quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Pequeno diálogo







"Acredito que fiz tudo certo desta vez. Não lembro de nenhum detalhe que tenha deixado passar. Conferi tudo, tenho plena certeza."


"Sei não cara, tu esqueceu de recolocar o vidro da outra vez, quase pegaram a gente!"

"Ok, realmente... Mas foi pontual, não é como se eu vivesse dando mancada!"

"Hum...teve aquela outra vez, aquele em que você acordou o cachorro e a gente teve que sair correndo debaixo de chumbo grosso do Seu Geraldo, né não Zé?"

"Verdade, teve essa vez mesmo, ainda tropecei e torci o pé por conta da corrida"

"Oras, qualquer um poderia ter acordado aquele cachorro, vocês estão implicando comigo!"

"Tamo não! Você deu uma bica no coitado do cachorro, assim acordava até a defunta minha vózinha Maria, que Deus a tenha!"

"Não chutei o bicho! Só esbarrei..."

"Esbarrou nada, deu uma bicuda tão forte que o bicho até zuniu, né não Zé?"

"É sim que eu ouvi Chico! O bicho deve de tá manco até hoje!"

"Tô quase desistindo... Vocês são muito pessimistas! Credo! Vou embora pra casa que mãe deve estar preocupada!"

"Vai não, vai não! Lembra do sabor da comida. Lembra do que vamos comprar, imagina, quanta cerveja! Essa é bocada Marcos! Muita coisa, nenhum risco! Né não Zé?"

"É sim, fichinha!"

"Tá, tá bom, então vamos logo!"

"Isso, assim que se fala!"

"Mas vem cá Chico, Zé, vocês acham mesmo que não tem risco nenhum?"

"Nenhum, nenhum eu não diria, mas..."

"Mas o que?"

"Bom, como posso dizer... Fala aí Zé, explica."

"O que ele quer dizer Marcos é que o risco é zero se você não chutar nem um cachorro! Né isso não Chico?"

"É, exatamente isso."

"E nem quebrar nada"

"Não tossir que nem velho tuberculoso"

"Nem ligar a lanterna na hora errada"

"Caramba Marcos, cê só deu mancada com a gente até hoje mesmo"

"Tô falando que vocês são injustos comigo!"

"Somos nada, você é uma asa negra, né não Zé?"

"Verdade Chico! Olha Marquinho, melhor mesmo cê voltar pra casa..."

________________________________________

Depois de um longo tempo eu volto a arriscar um continho. Escrevi ela apenas com diálogos pra tentar manter o dinamismo, espero que gostem.



Nenhum comentário: